SCP-2996

Item nº: SCP-2996

Classe de Objeto: Euclid Safe Neutralized

Procedimentos Especiais de Contenção: O SCP-2996 deve estar contido dentro de uma Câmara de Vácuo Entidade Incorpórea padrão no Local-81. Esta câmara deve ser equipada com 4 neutralizadores de deslocamento não físico (nPDN). O SCP-2996 pode ter permissão para solicitar determinados itens para entretenimento.

Uma vez por semana, o SCP-2996 deve passar por uma avaliação psicológica de rotina com um psicólogo no local, a fim de avaliar adequadamente o estado mental do SCP-2996. Devido às preocupações atuais sobre o estado da saúde mental do SCP-2996, o uso apropriado do Tratamento Amnéstico Eletrostático Classe-H foi aprovado, se necessário.

Procedimentos de Contenção Atualizados: Devido ao uso efetivo dos nPDNs, agora é possível realizar exames físicos do SCP-2996. Esses exames devem ser realizados uma vez por semana, como parte de um esforço contínuo para coletar informações sobre a natureza física das entidades incorpóreas.—

Procedimentos de Contenção Atualizados: A partir de 19/08/2012, o SCP-2996 foi declarado neutralizado. Todos os procedimentos de contenção acima mencionados não são mais necessários.

Descrição: SCP-2996 é uma Entidade Humanóide Incorpórea Classe II, inicialmente descoberta em um lar abandonado em Nashville, Indiana. SCP-2996 parece ser uma jovem fêmea de ascendência européia com cabelos negros e olhos azuis, e um número de feridas visíveis em todo o corpo, incluindo um grande ferimento a bala no olho direito. Embora o SCP-2996 seja, por padrão, uma entidade incorpórea, o uso de dispositivos nPDN permitiu que o pessoal da Fundação "ancorasse" o SCP-2996 em um estado físico durante os exames. Atualmente, é hipotetizado que o uso desses dispositivos, juntamente com outros aspectos de contenção, é a fonte do estado mental / emocional deteriorado do SCP-2996.

A SCP-2996 afirma ser Emily Nash, de oito anos de idade, vítima de um assassinato em Nashville, Indiana, em 1929. Dados recuperados de várias fontes sustentaram a alegação de que uma Emily Nash foi encontrada morta em sua casa; no entanto, a causa de morte listada foi o suicídio. Durante as entrevistas, o SCP-2996 rejeitou qualquer evidência que apoiasse o suicídio, e observou veementemente em várias ocasiões que seu assassino era um amigo próximo e vizinho, um de treze anos de idade, James Franklin. A existência deste indivíduo em Nashville em 1929 não foi verificada; no entanto, os esforços para coletar informações adicionais estão em andamento.

Psychiatric Evaluation Results: There is concern, to me, about the state of SCP-2996's emotional health. The object clearly is at odds with evidence presented to it, as well as its current state of containment. Throughout interviews, it has become clear that SCP-2996 believed that it lingers in this world in order to enact revenge upon its killer, and that it was a powerful, unbound spirit. This, of course, is in direct conflict with both information that we have provided to SCP-2996 in regards to its death, as well as its containment within Site 81. SCP-2996, then, is no longer certain about a number of things, which has led to increased anxiety in the subject, as well as depression and suicidal thoughts. Given the nature of its being, the latter is of utmost concern.

-Dr. David Rudolph

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License