Mesa de planejamentos
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-XXXX-PT

Nível de Ameaça: Vermelho

Classe de Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: O objeto deve ser mantido em uma cela padrão de contenção, mantida a uma temperatura mínima constante de 50ºC a fim de conservar suas atividades vitais. Seus aposentos devem ser limpos uma vez por semana pela equipe de limpeza portando EPI específico para operar sob tal temperatura. É altamente recomendado que os membros de equipes responsáveis por lidar com SCP-XXXX-PT evitem quaisquer tipos de contato físico com a entidade, a fim de evitar as suas propriedades anômalas.

Entretenimento não-eletrônico pode ser requisitado pela entidade e fornecido com a aprovação do Dr. Frederico Verto, pesquisador responsável pelo humanoide. A dieta do organismo deve consistir em alimentos preferencialmente quentes, mas de resto sem grandes restrições, podendo servir-lhe a dieta de um humano não-anômalo 2 vezes por dia.

Todos e quaisquer testes envolvendo a entidade devem ser feitos no setor 12 do Sítio PT 43, observando-se as temperaturas devidas e com todos funcionários envolvidos devidamente equipados com EPI específico para isolamento térmico.

Descrição: O objeto trata-se de um humano masculino de 172 cm, 68 kg apresentando IMC de 23,0, com porte físico compatível com 18 anos de idade. A entidade se denomina "Ramiro Dathan Vega" e alega ser da cidade de Barcelona, Espanha, tendo traços tipicamente espanhóis, porém com uma pele notavelmente pálida. O objeto também alega ser um estudante na Universidade Autônoma de Madrid, cursando História da Arte, Ciências e Línguas da Antiguidade.

O ente possui um temperamento majoritariamente calmo, estável e passivo, apesar de ter apresentado comportamento agressivo com sintomas similares ao Transtorno Explosivo Intermitente, manifestando-se mais frequentemente nos testes que aconteceram nos primeiros dias de contenção. Após █ dias, foi observado um declínio em quantidade e vigor dos comportamentos agressivos manifestados pelo organismo, até que estes deixaram eventualmente de acontecer. A partir daí, o ente passou a apresentar o temperamento presente, concomitantemente a uma forte apatia emocional.

O objeto apresenta uma resistência sensivelmente alta a mudanças de temperatura, mostrando-se impassível em todos os testes na qual este recurso foi empregado. Também apresenta grande resistência a choque e intoxicações, com tal sendo elucidado pelas características únicas de SCP-XXXX-PT.

O ente apresenta uma temperatura corporal consideravelmente mais baixa do que a de um humano não-anômalo, estimada em 15,6ºC~16,6ºC como o intervalo de valores considerado normal. Também foi verificado que a pele da entidade é mais pegajosa do que a de um não-anômalo e exames de imagem revelam que seu coração é consideravelmente maior, orçando em cerca de três vezes o esperado, com pulmões apresentando uma capacidade ventilatória maior apesar do volume reduzido, com um número maior de alvéolos pulmonares e maior número de ramificações nos brônquios. Os traços da entidade possuem similaridades com os peixes do gênero Channichthyidae, vulgarmente conhecidos como "peixes-gelo".

Testes de sangue e urina foram conduzidos e verificou-se que o sangue do objeto possui uma quantidade muito baixa de hemoglobina, dependendo do plasma para o transporte sanguíneo. Os exames de urina revelaram baixas concentrações de ureia e sais, em números esperados para animais típicos de ambientes úmidos e com alta disponibilidade de água. Exames para verificar a sua motilidade intestinal foram feitos e verificou-se que as fezes do objeto são mais concentradas do que as de um humano não-anômalo, com o bolo alimentar levando aproximadamente o dobro do tempo para percorrer o trato gastrintestinal.

Após a condução dos devidos testes e investigações, foi determinado que SCP-XXXX-PT possui a capacidade de absorver a temperatura do ambiente a fim de aumentar as próprias capacidades biológicas, podendo ainda retirar temperatura de outros seres vivos mediante contato físico; os seus traços verificados são formas de otimizar o processo bem como permitir que ele possa continuar sobrevivendo sem necessariamente depender exclusivamente de uma fonte externa de calor. É impossível a SCP-XXXX-PT determinar quando sua propriedade deve ser usada, o que torna contatos com seres vivos de forma desprotegida potencialmente fatais.

Registro de experimentos:

Sujeito de teste: SCP-XXXX-PT.
Experimento: Deixado numa sala a -10ºC, com a temperatura diminuindo até que o sujeito sinalizasse o seu limite.
Resultados: O sujeito não apresentou nenhuma alteração notável. O experimento foi encerrado quando a temperatura chegou perto de -60ºC.

Sujeito de teste: SCP-XXXX-PT.
Experimento: Deixado numa sala a 10ºC com a temperatura aumentando até que o sujeito sinalizasse o seu limite.
Resultados: O sujeito apresentou aumento na velocidade dos processos fisiológicos monitorados. Ao ter o experimento repetido com temperaturas proporcionalmente maiores, observou-se aumento proporcional das atividades biológicas de SCP-XXXX-PT. O experimento foi encerrado quando a temperatura chegou perto de 900ºC.

Sujeito de teste: Um camundongo (Mus musculus) comum.
Experimento: Tocou em SCP-XXXX-PT.
Resultados: O camundongo apresentou comportamento errático com subsequente apatia enquanto o contato foi mantido até o falecimento, com todos os sinais típicos de hipotermia. A temperatura de SCP-XXXX-PT foi medida logo após e verificou-se um leve aumento nesta.

Sujeito de teste: Um macaco do gênero Rhesus ligado a um sistema que permite verificar a sua temperatura em tempo real.
Experimento: Tocou em SCP-XXXX-PT.
Resultados: O macaco apresentou comportamento errático com apatia subsequente enquanto a sua temperatura caía sensivelmente. Eventualmente o sujeito foi levado ao falecimento, tendo, efetivamente, todo o calor drenado de seu corpo.

Sujeito de teste: D-54378
Experimento: Tocou em SCP-XXXX-PT.
Resultados: D-54378 comportou-se normalmente enquanto em contato com SCP-XXXX-PT, até que eventualmente sinalizou que o experimento deveria ser encerrado. Assim que o sujeito foi examinado, verificou-se a presença de frostbite nas extremidades do sujeito, com extermidades acometidas por dor e perda de sensibilidade. Membros superiores e inferiores ainda foram acometidos por cãibras. Sujeito ainda apresentou confusão mental com falanges terminais dos quirodáctilos e pododáctilos arroxeadas, sinalizando necrose. Sujeito D-54378 terminado.

Adendo:

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License