Srbrasil

Fazia algumas semanas que estava recebendo dados dos meus mais recentes aliados, apareciam nos meus bancos de dados, contas de bancos, quantias de dinheiro, armas, nomes, pessoas, fotos, eu sabia o quanto o Relicário gastava com guardanapos mas não achava o que precisava, a frustração me rondava.

Um papel caia na minha mesa, só existia uma pessoa que poderia ter entrado sem bater, os meus olhos cruzavam rápido para fora do monitor antes de voltar a encarar-lo novamente.

''Hugo Humberto, é o melhor alvo.''

Meu coração pulsava errado, eu encaro a figura que me olhava com as sobrancelhas levantadas

''O que?!''

''O alvo, o Cruzeiro, ele é de propriedade do Relicário, uma base móvel usada para transporte de mercadorias de grande porte e centro de comando.''

O bater da porta interrompe a fala dele.

''VOCÊ FICOU MALUCO?!?!'' Exclamei.

''Não mais do que você'' me respondia.

''Puta que pariu Biel, puta que pariu…como foi que você soube?''

''[DADOS REDIGIDOS], E parece que a teoria funciona na prática ''

''O quão fundo você sabe?''

''Até seu encontro com os Olhos Anômalos e o show off que você fez lá''

''Biel…Olha, você não deveria se envolver nisso.''

''Eu já estou envolvido, segundo no comando, amigo pessoal, ou você acha que se eles não fossem te executar eu não iria junto?''

A ajuda dele teve o efeito contrário do que ele imaginava, tinha gente envolvida o suficiente para acabar com o alto comando da FTM, sem a cabeça, o corpo morre, isso poderia significar o fim dos Olhos de Prata se não ouve-se corrupção, e se ouve-se, a chance dos O4s errados ouvirem e condenarem todo mundo da FTM por desobediência e traição era grande, em uma aposta de cara ou coroa, eu apostei que a moeda iria cair em pé.

Quando eu tive a realização, eu não conseguia piscar, estava quase botando o café pra fora de tanto nervosismo, e então, eu olhei o rosto daquele homem que salvou minha vida pelo menos cinco vezes antes, ele não era burro, ele sabia exatamente o que iria acontecer, estava lá para me ajudar.

''O Cruzeiro está batizado com o nome Hugo Humberto, ele irá atracar por volta de 2 dias, não sei para qual estado, porém, é entre Alagoas e Rio Grande do Norte, talvez consigamos infiltrar o navio nesse meio tempo''

''Acha que poderemos encontrar algum figurão por lá?''

''O navio vai nos levar até os figurões, olha, está vendo as fotos?''

''Muito material, acha que estão carregando o navio?''

''Sim, talvez tenhamos anomalias a bordo, talvez.''

''Talvez?''

''Eles trabalham com anomalias, não exclusivamente com elas''

''Talvez? vamos ariscar uma invasão por um talvez?''

''Olha, não estamos tentando chegar a alguém através do navio, mas achar uma lista, viagens recentes, destinatários, operações, locais para atacar.''

''

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License