rafaquatrotro
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-1006

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-1006 está contido dentro em um raio de 213m no Parque Nacional de [REDIGIDO] e deve ser checado bissemanalmente. Acesso de civis deve ser bloqueado sobre o pretexto de "espécies em risco". Realocação de SCP-1006 é fortemente desencorajada devido a fragilidade de membros individuais e a sensibilidade deles sobre mudanças de habitat. O posto de observação 45 foi colocado dentro da zona de contenção e deve fornecer versões em áudio de literatura clássica e comunista sobre pedido de SCP-1006, cartolina e tinta preta também devem ser fornecidas se necessário.

Devido a presença de partículas contaminantes todos os funcionários que entrarem na zona de contenção devem usar proteção de nível C contra materiais tóxicos. Em partida um procedimento padrão de descontaminação (pelo documento FSP0371-D-B-07) deve ser feito para evitar a propagação descontrolada de SCP-1006.

Description: SCP-1006 é um coletivo organizado de uma espécie desconhecida do gênero Araneus. Membros individuais da espécie alcançaram a sapiência por métodos desconhecidos e estabeleceram um sistema de governo rudimentar similar ao comunismo marxista.

O grupo original de SCP-1006 foi descoberto em 1/4/19██ por um casal de excursionistas que alertaram as autoridades do parque. A Fundação assumiu o controle após a descoberta de propaganda comunista escrita dentro da teia central, junto de sinais do uso de ferramentas simples, teias que se assemelham ao rosto de pedestres, e tentativas de bloquear a entrada da área com galhos caídos.

SCP-1006 é uma comunidade social, com membros com a função de manter a teia e membros escolhidos para a função de manter a agenda do grupo. Caso tenha uma fonte de tinta preta e cartolina, SCP-1006 vai se comunicar com humanos usando cartazes escritos em inglês. A comunicação é em sua maior parte sobre a dissolução do imperialismo ocidental, severas críticas da burguesia, e pedidos por menos controle de mosquitos na área do parque.

O chefe do governo é uma aranha grande similar a uma aranha-lobo que se refugia na maior árvore do conjunto. Comunicação por retransmissão foi feita com essa aranha, ela vê o mundo exterior como 'algo que pertence a nós e está meramente sendo mantido pela burguesia humana' ele foi nomeado 'Líder Benevolente'.

SCP-1006 está atualmente em um conjunto de árvores de carvalho negro, com uma grande e complexa teia central e diversas teias secundárias. As teias aparentam ser muito bem mantidas, com dano sendo constantemente reparado. A área envolta possui um odor nauseante devido a presença de insetos mortos, membros individuais de SCP-1006, e alguns pássaros mortos e pequenos animais.

Estudos feitos por aracnologistas e sociólogos descobriram que membros de SCP-1006 utiliza uma central coletiva de reflexão que transmite ideias do ''Líder Benevolente" para o coletivo através de frequências complexas na teia.

Adendo: Os restos esqueléticos de um homem humano foram encontrados dentro da teia, cercado por insetos mortos e diversos pequenos objetos brilhantes, como tampas de garrafa e pequenas pedras, junto de um relógio de bolso e pedaços de metal aparentemente colocados em veneração ao corpo. SCP-1006 não permite que o corpo seja perturbado, mas análises passivas indicam que o homem morreu de contusão na parte de trás do crânio. Identificação perto do corpo apontam para o sujeito como um político radical conhecido, dado como sumido na cidade de ███ ████, Texas, em 1976.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License