Templo do Meu Corpo.

Item no:SCP-008-PT

Classe de Objeto: Euclídio

Nível de Ameaça: Amarelo

Procedimento Especial de Contenção:

SCP-008-PT deve ser mantido em uma sala de contenção humanoide de 5x5x3 metros com capacidade de auto-esterilização, SCP-008-PT pode circular pelo Sítio 20-PT com a companhia de no minimo um (1) funcionário de classe C em horários de intervalo, quando funcionários interagirem com a entidade, devem se referir a tal pela designação que o ente escolher, sua designação oficial deve ser utilizada apenas para fins burocráticos em documentos oficiais.

Entretenimento eletrônico e não-eletrônico pode ser requisitado e para aprovação em caso a Dra Renata Oliveira, assim como sua dieta, atualmente composta dieta compatível a de um ser humano não-anômalo convencional em 3 refeições ao dia, embora as propriedades de SCP-008-PT não necessite de nutrição, tais refeições são mantidas como forma de entretenimento.

Testes com SCP-008-PT que envolvam traumas físicos ou retiradas de tecido devem ser feitas com as amostras atuais, quaisquer testes envolvendo SCP-008-PT devem ser aprovados pela Dra Renata Oliveira e Por SCP-XXX-PT.

Atualização: Devido aos eventos da quebra de contenção de SCP-███-PT e a fuga generalizada de dezenas de outras entidades, causando a destruição de sua cela de contenção, SCP-008-PT está atualmente em coma na ala médica, em uma sala de 5x5x3 metros climatizada a temperatura de 20 Co, o maquinário e suprimentos necessários estão descritos nos documentos SCP-XXX-PT/M04 ''Morfeu''

Descrição

SCP-008-PT é a primeira vista um humano masculino de 174 cm de altura de etnia parda pesando aproximadamente 87 kg com IMC de 29,4, de porte físico compatível com 20 anos de idade, a entidade se denomina ''Gustavo Magalhães D'alma'' que clama ter 19 anos e ser natural do estado de Minas Gerais, embora alegue a falta me memórias a respeito do local com precisão.

O humanoide tem um temperamento estável, embora quando foi contido tinha um principio de Transtorno Depressivo Persistente (TDP), recaídas foram observadas e uma tentativa de suicídio por enforcamento, primeira instância em que foi percebido a habilidade de SCP-008-PT pela primeira vez em cativeiro.

A entidade posse uma resistência extraordinária contra intoxicações, infecções, e resistência acima da media contra efeitos cognifecciosos/infofecciosos e recuperação de traumas como certamente letais, como a remoção de órgãos vitais, rompimento da coluna vertebral e a perca de 70% de sua biomassa, e a rápida regeneração sem quaisquer sequelas.

Após investigações e testes, foi determinado a fonte dessas anomalias, os sistemas corporais de SCP-008-PT foram determinados cientes e capazes de decidir em conjunto ações e planos para manter seu corpo funcionando.

Todos os sistemas biológicos possuem lealdade a SCP-008-PT, tentativas de subverter e influenciar órgãos ou sistemas a deserção e trabalharem de forma contra-produtiva ao bem-estar de SCP-008-PT tem se provado infrutíferas, visto que os conjuntos de tecido colocam a coletividade acima de seus próprios interesses, tais entes são capazes de comunicação por meios não determinados, os órgãos são capazes de sobreviver por cerca de dez (10) meses fora do corpo de SCP-008-PT, denominados instâncias de SCP-008-PT-1, tais seres desenvolverão meios necessários para entrar em contato com SCP-008-PT o mais rápido possível, na lista de mutações include:

  • Desenvolvimentos de sub-órgãos e capacidade locomotora como pernas ou deslocamento em sanfona e serpentina.
  • Dissolução e fragmentação, utilizado para passar por locais de dificuldade de acessos.
  • Infecção e sequestro de organismos para aumentar sua vida antes da eventual morte do órgão.

Ao voltar em contato com SCP-008—PT, SCP-008-PT-1 irão se dissolver e atravessar os poros da pele, se realojando dentro de SCP-008-PT ou sendo reciclados caso o órgão tenha se regenerado completamente.

Ambas as pernas foram postas em uma série de obstáculos e enigmas.

Resultado: Ambas as pernas se fundiram e desenvolveram tentáculos que terminam em estruturas táteis análogas a dedos, a instância prosseguiu em desenvolver pares de olhos funcionais, conseguindo terminar todas as provas antes do tempo estimado.

A cabeça de SCP-008-PT foi cirurgicamente decepada e mantida viva por equipamentos, seu corpo foi posto em um cela que simula uma cela de contenção humanoide com cerca de 20 funcionários classe D guardando seu setor simulado com ordens de terminar o corpo caso quebre a contenção.

Resultado: [DADOS REDIGIDOS], o corpo havia perdido tais habilidades assim se reconectava com SCP-008-PT, e nenhum Classe D foi morto.

Adendo:

Aparentemente, as instâncias de SCP-008-PT-1 tem suas capacidades relacionadas a quantidade de massa total em seus corpos, maiores massas sendo capazes de tarefas mais complexas enquanto massas menores tendo suas capacidades limitadas.

— Dra Renata Oliveira.

Nome de usuário.
Senha.
Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License