Collily Slashannemoo-Silvacrest
avaliação: 0+x
Waterlily2.png

SCP-011-PT-1-B.

Item nº: SCP-011-PT

Classe de Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-011-PT deverá ser guarnecido e estudado apenas por funcionários do gênero masculino durante seu período ativo; em seu período inativo, as equipes de pesquisa, e segurança poderão incluir agentes de quaisquer gêneros; exceções à regra deverão ser protocoladas imediatamente.

A área onde SCP-011-PT está localizado foi definida como uma zona de Proteção Ambiental Permanente sob os cuidados de uma empresa particular fachada da Fundação, membros da equipe de contenção de SCP-011-PT devem referir-se aos protocolos do documento Fleurs-de-Lys et amour.

Localização, responsáveis, equipamentos e estruturas associadas a criação e hospedagem de instâncias híbridas SCP-011-PT-1 deverão ser relatadas a(o) atual diretor(a) de pesquisas para investigações recorrentes.

Devido a natureza de SCP-011-PT-4, a Fundação manterá contato com as principais autoridades e organizações de pesquisas astronômicas, documentando oficialmente a anomalia na eventualidade da ocorrência deste fenômeno observável. Caso testes futuros sejam requisitados, protocolos extras de contenção e desinformação serão desenvolvidos conforme necessidade.

Descrição: SCP-011-PT é uma extensão hídrica perene de águas claras de ~60m², ~2.5m e ~1.2m de profundidade em seus pontos máximos e mínimos, localizada na Floresta Amazônica. Espécies de Victoria amazonica (Vitória-régia) podem ser observadas em sua superfície: SCP-011-PT-1-A e SCP-011-PT-1-B designando as folhas, e as flores1, respectivamente.

  • SCP-011-PT possui um período ativo, denominado SCP-011-PT-2, que ocorre entre os meses de Março e Julho. Durante o evento SCP-011-PT-2, qualquer indivíduo do gênero feminino que repouse sobre a área congelada por SCP-011-PT-1-A desaparecerá, por meios desconhecidos, intermitentemente até o final do mês de Julho, sendo assim designado como uma instância SCP-011-PT-3.
  • Indivíduos SCP-011-PT-3 apresentam diversas mudanças relevantes nos quesitos comportamentais, emocionais e habituais (relações inter e intra-pessoais) em ~92% dos casos observados pós-experiência SCP-011-PT-2; estas mudanças são relevantes quando comparadas a seus perfis de personalidade pré-evento.2
  • SCP-011-PT-4 é um corpo celeste que aparecerá nas proximidades imediatas da Lua terrestre como um sub-satélite; uma instância deste objeto se formará espontaneamente após um indivíduo SCP-011-PT-3 passar por um evento SCP-011-PT-2. SCP-011-PT-4 é um fenômeno observável temporário que expirará no final de Julho, coincidindo com o reaparecimento de instâncias SCP-011-PT-3.

Relatório de Descoberta e Recuperação: A Fundação tornou-se consciente da existência da atividade anômala do objeto na região por meio de incidentes envolvendo turistas desaparecendo entre os meses de Março e Julho após interagirem com "um lago repleto de vitórias-régias que criavam gelo, e tinham lírios fluorescentes a noite".

SCP-011-PT foi documentado pela primeira vez em 18██, datado a época de anexação da Província do Amazonas pelo governo do Brasil Império. Durante a exploração capital, indivíduos encontraram a extensão hídrica relevante, notando suas características extraordinárias, levando o Conservatório Real de Ciências Paranormais a assumir as operações de pesquisas na zona.7


Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License