Caixinha de Areia do Fabuloso NaxinD

SCPs/Contos Originais


avaliação: 0+x
AlokaPhoto2006a.jpg

SCP-XXX-PT, anteriormente à sua contenção.

Item nº: SCP-XXX-PT

Nível de Ameaça: Laranja

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: A contenção efetiva da anomalia em seu estado atual é dada como impossível, devido a suas propriedades anômalas. Logo, a Fundação limita-se a monitorar SCP-XXX-PT via câmeras CCTV 24/7 e a tentar manter gestantes, brinquedos e outros objetos de teor infantil longe de seu raio de alcance.

Desde 11/04/2016, o Departamento de Engenharia e Serviços Técnicos está realizando reuniões e elaborando planos para criar métodos efetivos de contenção da anomalia.

Descrição: SCP-XXX-PT é a designação dada á um aparelho de ultrassom de marca não identificada, datado de 19██. Embora se mostre decadente e levemente corroído em algumas partes, SCP-XXX-PT ainda apresenta funcionalidade, mesmo que limitada. SCP-XXX-PT, em geral, não apresenta nenhuma característica física anômala. SCP-XXX-PT foi descoberto em 13/██/2016 na cidade de ████████, Polônia, quando múltiplos casos de fetos desaparecendo do útero de pacientes após a realização de ultrassons foram detectados. Os indivíduos em questão morreram após a absorção de seus filhos, e mostravam não possuir nenhum sinal de dano ao útero ou aos demais órgãos.

Os efeitos anômalos de SCP-XXX-PT são desencadeados caso haja interação com objetos de teor infantil em um perímetro indeterminado de metros. Caso ocorra, SCP-XXX-PT irá ligar-se sozinho e começará a emitir sons e vibrações de frequências aleatórias,1 iniciando o Evento-XXX-PT. SCP-XXX-PT começará a passar por um processo de metamorfose, onde toda sua composição física converterá a uma massa muscular por meios desconhecidos. Após a metamorfose, SCP-XXX-PT se tornará inerte por um período de tempo aleatório, retornando a seu comportamento ordinário em sua forma secundária, designada de SCP-XXX-PT-1.

SCP-XXX-PT-1 é uma entidade de forma e peso indeterminado, geralmente assumindo a forma de um humanoide de ~1,80 de altura. A sua anatomia se assemelha a essa de um indivíduo feminino anoréxico, cuja composição física seja feita primariamente de embriões humanos. Aos braços de SCP-XXX-PT-1, estão acoplados transdutores ultrassônicos, que são ativados na presença de mulheres gestantes, bebês e/ou crianças. Após a percepção de sua presença, SCP-XXX-PT-1 permanecerá inerte enquanto os transdutores começarão a absorver os infantos, adquirindo eles a sua composição. SCP-XXX-PT-1 é senciente e sapiente, e demonstra não ser agressivo contra indivíduos adultos masculinos e mulheres não-gestantes. SCP-XXX-PT-1 não é capaz de se comunicar verbalmente, mas apresenta reproduzir certos sons que o objeto escuta via um aparato imbuído ao seu torso. SCP-XXX-PT-1 aparenta emitir esses sons de forma incoerente, sem nenhum propósito aparente com o intuito de recordar eventos passados (ver Adendo-XXX-PT-A.)

Adendo-XXX-PT-A — Incidente-XXX-PT: Em 05/██/2019, SCP-XXX-PT-1 começou a agir de forma determinada inatural. Ao invés de emitir barulhos de ambientes sem padrão, SCP-XXX-PT-1 havia iniciado a emitir sons derivados da voz de um indivíduo com qualidade sonora fraca.2 Abaixo estão dois registros de áudios separados, emitidos por SCP-XXX-PT-1:

<INÍCIO DO REGISTRO>

Anka Pawłowska: [Aparentemente preocupada, com medo.] …S-Se você encontrou essa fita, é bem provável que eu já esteja em perigo ou ainda pior. Meu nome é Anka, sobrenome Pawłowska. Eu morava em Varsóvia, mas me mudei para ████████ por ser um lugar mais calmo, longe de toda aquela buzinação urbana. Estou gravando essa mensagem para dizer que algo de errado está acontecendo… estou escutando muita gente gritando, muito barulho de tiro. Eu não tenho coragem de sair, mas parece que tem muita gente no meio… eu consigo distinguir algumas vozes, mas nada concreto—

[Anka é interrompida por um barulho alto próximo de sua localização, semelhante a esse de uma explosão. Podia-se ouvir várias vozes gritando no fundo.]

Anka Pawłowska: [Respirando de forma acelerada.] …P-Por favor, se você tiver encontrado isso, certifique-se de prestar atenção.

[Alguns barulhos de passos podem ser ouvidos. Logo após, uma cortina pode ser escutada por um curto período de tempo, abrindo.]

Anka Pawłowska: [Em pânico.] São… são tanques!… tanques e pessoas com roupas militares, e elas… e-elas estão vestindo preto, vermelho e branco. Estão segurando fuzis, pistolas, u-um monte de armas… eu sei que não tenho nenhuma chance, eu… eu acho que se eu saísse e tentasse correr não funcionaria.

[Ela permanece quieta por alguns segundos, parecendo refletir sobre algo.]

Anka Pawłowska: Por favor, Deus, m-me poupe de qualquer praga que isso seja…

<FIM DO REGISTRO>

<INÍCIO DO REGISTRO>

Anka Pawłowska: [Falando em tom baixo, lacrimejando.] Karol… Tadzio… é a mamãe. E-Espero que suas noites estejam boas, pois a minha… c-certamente não está.

[Barulhos de passos próximos podem ser escutados. Duas pessoas podem ser ouvidas conversando em uma língua difícil de distinguir.]

Anka Pawłowska: …S-Se vocês ainda estiverem vivos, por favor, se segurem… p-parece que não é só aqui que está sendo atacado… me falaram que era a nação t-toda… [Anka pausa brevemente.] …Por favor, sigam as ordens que estão sendo passadas nas rádios, eu quero vocês seguros… [Ela pausa novamente.] N-Não fiquem com medo, okay? Vocês vão ficar bem… e-eu promet—

<FIM DO REGISTRO>

Após a transmissão destes áudios, SCP-XXX-PT-1 voltou ao seu comportamento ordinário, emitindo sons variados de diferentes ambientes. Nenhum evento semelhante a esse foi-se registrado até então.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License