Battata
avaliação: 0+x

3/180-PT NÍVEL 3/180-PT

SECRETO

classified-lv3.png

Item nº: SCP-180-PT

Classe do Objeto: Thaumiel

Nível de Ameaça: Amarelo

Procedimentos Especias de Contenção: Todo o material de SCP-180-PT está atualmente no Sítio PT4 para pesquisas, desenvolvimento e produção de armamento pesado de Forças-Tarefa Móveis, times de resposta e oficiais de segurança; além de sua utilização na composição de suprimentos médicos, distribuídos aos times e equipes já citadas e em todas as instalações seguras da Fundação Lusófona.


SMz9hLj.png

À esquerda, a parte sólida de SCP-180-PT; à direita, SCP-180-PT misturado à [REDIGIDO].


Descrição: SCP-180-PT é um mineraloide anômalo de coloração rosa, com composição química desconhecida, tendo dureza de 10 na escala Mohs, suportando pressão aproximada de 1██ megapascals. Ao ser posto em temperaturas maiores de 1100°C, SCP-180-PT consegue fundir-se com materiais vivos ou não-vivos, aumentando sua massa. SCP-180-PT torna-se totalmente maleável ao toque de seres vivos e materiais biológicos, ou ao ser posto em temperatura menor de -30°C.

SCP-180-PT tem a capacidade anômala de aumentar os efeitos de substâncias (alucinógenos, explosivos, inorgânicos, narcóticos, remédios, tóxicos etc) e compostos (ácidos, inorgânicos, orgânicos etc) a partir da fusão de tais com SCP-180-PT. SCP-180-PT pode ser utilizado em tal processo principalmente no estado de pó ou líquido, de acordo com a condição química da substância a ser mista com SCP-180-PT.

Adendo 180.1: Descoberta e Histórico

SCP-180-PT foi encontrado pela primeira vez em meados do século XVIII na região de ████████, Minas Gerais, durante o Brasil Colonial. Por ter sido nunca antes visto mundialmente e pelas suas habilidades físicas anômalas, SCP-180-PT foi classificado como uma paranomalia pel'A Real Academia de Ciências Paranormais. Em torno do começo do século XIX, SCP-180-PT fora extraído por completo de sua jazida e a partir de então, o objeto começara a ser melhor investigado.

Durante o Estado Novo português, SCP-180-PT fora usado como parte do armamento da Legião Portuguesa1, embora de forma confidencial, no combate a ameaça comunista e anarquista. Próximo ao fim do regime salarazista, SCP-180-PT fizera parte da armaria de ambas infantarias do regime autoritário: dos adeptos ao regime, e de forma clandestina, dos opositores revolucionários.

Com o aparecimento da Superintendência Brasileira do Paranormal, SCP-180-PT fora novamente utilizado pela Academia Cientifíca do Anômalo juntamente com a Fundação Brasileira na derrubada bem sucedida da SBP.

Adendo 180.2: Resumo de Relatórios de Testes

Condição de SCP-180-PT Uso em Resultados
Estado em pó. Pólvora sem fumaça, utilizada em armas de fogo modernas. De acordo com registros da falecida Academia Científica do Anômalo e com novos testes feitos pela Fundação, SCP-180-PT tem a capacidade anômala de amplificar o poder de qualquer arma de fogo em mais de 300%, a partir do acréscimo de SCP-180-PT a pólvora sem fumaça.
Estado em pó ou líquido. Drogas naturais e sintéticas; remédios sólidos (comprimidos, cápsulas e pílulas) e líquidos (xaropes, colírios, solução e suspensão), como também em pastosos (cremes e pomadas). De acordo com relatórios de testes da Academia Científica do Anômalo e da Fundação, SCP-180-PT tem a capacidade anômala de ampliar e intensificar os efeitos determinados de drogas e remédios em aproximadamente 400%. Os efeitos colaterais igualmente se amplificarão de acordo com o grau de potência de tais efeitos.
Estado líquido. Ácidos. Conforme relatório de testes da Fundação, SCP-180-PT tem a capacidade anômala de amplificar e intensificar a potência da acidez de ácidos em aproximadamente ████%.
Estado em pó ou líquido. Corpo humano, via oral, nasal e intravenosa. Conforme registros da Academia Científica do Anômalo e novos relatórios da Fundação, a introdução de SCP-180-PT no corpo humano causa, em geral, ressecamento dos órgãos, convulsão no indivíduo e posteriormente, a morte do indivíduo.

Adendo 180.3: Resumo de Propostas para Utilizações de SCP-180-PT

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License